pro amor que eu não tive, todo o meu amor.

O vento seco de Oyá lambe meu espírito

Marés invadem meu estômago

Emanações do que ainda pode ser vivido

É como coçar os olhos com força, fechá-los e os abrir rápido –

Fogos de artifícios explodirão em sua retina

A boca cheia de dentes pelo prazer de estar com você

Nossas vidas são chamas curtas em palitos de fósforo

Trago o verde para os nossos pulmões

Tu cita uma linda frase que pra sempre eu nunca mais lembrarei

Por estar ocupado observando as estrelas do céu da tua boca

Há 300 anos nossos ancestrais dançavam aqui

Me ensina?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s