entre árvores e esquecimentos

nossa senhora das estrelas

onde eu revelo as fotos da memória do coração?

Num calmo desassossego

de uma libriana, com lua em peixes e ascendente escorpião

Abro os trabalhos

Em gemidos secos

ela alivia meus medos.

do tsunami de travesseiros

ao eterno retorno aos seus lençóis,

minhas costas são desenhadas por suas unhas fundas

lá fora os sinos do artesanato, conchas gemem

lembrando que eu tenho que voltar a ver o mar, amar

em veracidade, ver a cidade.

 

tumblr_mlk3qbOv7Z1qgple6o1_500

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s