la petite mort

A xícara nas mãos esfumaça sem café

O fim de tarde requenta coisas boas 

andei pelo céu e as nuvens eram frias

seu cigarro de baunilha invade meus pulmões de esperança

E meu coração se enche de amor

Por todas as minhas existências

Eu já não tenho medo de morrer mais uma vez

dentro de você.

Anúncios