a mão invisível de Adam

no box apertado, ela vira de costas
e pede pra eu gozar rápido pra conta de luz não vir alta
as pintas nas suas costas formam constelações
ela quer que eu seja pedreiro em Nova York
assim eu realmente ganharia dinheiro
e poderia adquirir tênis de marcas que não existem no Brasil
escrever poemas em horário comercial não sustenta
por isso, ligo para minha avó
nos convidando pro jantar, já que a minha despensa está vazia.

Quando vira o mês, vamos ao supermercado
Na seção de iogurte, sorvetes e doces, passo rápido com o carrinho evitando despertar sua vontade de querer itens fora de primeira necessidade e que tenho vergonha de negar por não possuir a quantidade certa de centavos
ela tem 36 anos. me pede um filho.
não tenho condições
meu salário é um anticoncepcional natural
não me esforcei o bastante?
veja bem, não pretendo perpetuar a pobreza de espírito
Prefiro permanecer calado
e manter o sorriso sem dentes
nos momentos em que Ingrid mostra vídeos engraçados de bebês no celular.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s